Quarta, 04 de Agosto de 2021
87 996048999
Geral Exército

Agentes da Abin furam fila da vacinação

O MPF já havia instalado um inquérito público no dia 25 de junho para apurar a furada de fila de militares das Forças Armadas.

21/07/2021 20h27
16
Por: Redação Fonte: Diário de Pernambuco
Foto: AFP
Foto: AFP

Nesta quarta-feira (21), segundo publicação do jornal Folha de São Paulo, o Ministério Público Federal instaurou um inquérito sobre uma lista sigilosa com 130 nomes de agentes da Agência Brasileira de Inteligência que foi enviada ao Exército e permitiu aos funcionários da Abin furarem fila no Programa Nacional de Imunização (PNI). 

O MPF já havia instalado um inquérito público no dia 25 de junho para apurar a furada de fila de militares das Forças Armadas, forças de segurança e aos agentes da Abin. 

Agora, de acordo com a reportagem, o documento veio confirmar que estes 130 servidores da agência foram mesmo vacinados e que a imunização aconteceu em Brasília, na Praça dos Cristais, numa parceria entre a secretaria e o Comando Militar do Planalto e do Exército. 

A listagem foi enviada diretamente para o Exército, considerando a importância da discrição quanto ao sigilo das atividades e nomes desses servidores, relata o ofício citado pela mídia. 

A técnica do Programa Nacional de Imunização, Caroline Gava, declarou que “a coordenação de imunização entrou em contato conosco, perguntando sobre esses profissionais da Abin. No PNI, esses profissionais não estariam contemplados, por não

disporem de ações diretas relacionadas à atuação em segurança, afirmou Gava. Até o momento o Ministério da Defesa e o Exército ainda não se pronunciaram sobre o ocorrido.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.