Sexta, 26 de Fevereiro de 2021
87 996048999
Economia Banco do Brasil

Bancários do Banco do Brasil paralisam atendimento na Paraíba nesta quarta

Bancários também vão fazer um ato público em frente ao Condomínio do BB na Praça 1817, em João Pessoa

10/02/2021 11h16
333
Por: Redação Fonte: WSCOM
Bancários do Banco do Brasil paralisam atendimento na Paraíba nesta quarta

Na noite desta terça-feira (9), funcionários do Banco do Brasil deliberaram pela paralisação parcial das atividades até o meio-dia desta quarta-feira (10), nas unidades do BB situadas na jurisdição do Sindicato dos Bancários da Paraíba.

Bancários também vão fazer um ato público em frente ao Condomínio do BB na Praça 1817, Centro da capital, em protesto contra a reestruturação, os “ataques privatistas” do Governo Federal e a “intransigência da direção da instituição financeira pública, que insiste em fechar mais de 350 unidades, acabar com a função de caixa e demitir cinco mil empregados”.

O presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancarios no Estado da Paraiba (seeb/pb), Lindonjhonson Almeida, explicou os motivos que da mudança da paralisação de 24 horas por uma paralisação parcial com ato público.

“A data 10 de fevereiro foi escolhida para esta paralisação porque é justamente o dia que a direção do Banco do Brasil marcou para descomissionar os caixas executivos. Entretanto, nesta segunda-feira (8), a juíza da 6ª Vara do Trabalho da Capital deferiu o pedido liminar da ação civil pública impetrada pelo Sindicato e suspendeu a extinção da função de caixa. Os bancários e bancárias também ponderaram que as negociações entre a representação do funcionalismo e o Banco do Brasil, com intermediação do Ministério Público do Trabalho, mesmo com todas as negativas do banco ainda não esgotavam a possibilidade de uma flexibilização por parte da empresa. Então, para não prejudicar ainda mais a população, que também é vítima desse processo de desmonte do Banco do Brasil, decidimos optar por uma paralisação parcial para dar o recado ao governo federal que vamos continuar a luta de resistência ao seu entreguismo do patrimônio nacional, através da privatização de empresas lucrativas e fundamentais para o desenvolvimento do país. Vamos à luta, companheiros!”, concluiu Lindonjhonson Almeida.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.