Sexta, 26 de Fevereiro de 2021
87 996048999
Cidades POLÍCIA

Operação policial na Região de Princesa desmonta organização criminosa

As ordens partiam de dentro do Presídio Regional de Patos, onde dois presos administravam o grupo criminoso. A base do grupo ficava no município de Juru.

17/02/2021 12h32 Atualizada há 1 semana
4.033
Por: Redação
Operação policial na Região de Princesa desmonta organização criminosa

Foi desencadeado na tarde de ontem (16/02) a Operação Policial Farol, realizada pelas polícias Civil e Militar, da 16ª área de integração-Princesa Isabel, no município de Juru e Patos, com o objetivo de desestruturar uma organização criminosa responsável pela distribuição de drogas e assaltos nos municípios de Juru, Tavares, Água Branca, Imaculada, e nas cidades vizinhas do Estado de Pernambuco, em  cidades como Santa Terezinha, Tabira, Solidão, São José do Egito. 

As ordens partiam de dentro do Presídio Regional de Patos, onde dois presos administravam o grupo criminoso. A base do grupo ficava no município de Juru, onde existia uma casa de apoio para os criminosos virem, executarem seus crimes e depois fugirem da região. A execução dos crimes sempre era realizada por indivíduos diferentes que vinha da região de Patos a mando do comando, que estava dentro do Presídio de Patos, para não serem identificados. Na área de atuação da organização criminosa os traficantes só poderiam comprar e vender a droga da ORCRIM, sob pena de serem mortos caso adquirissem de outros criminosos.

Recentemente, vitimas que sobreviveram a tentativa de execução por parte do grupo criminoso, já nesse início de ano, relataram a polícia a periculosidade e o modus operandi da associação criminosa. A polícia civil está investigando a execução de algumas pessoas ligadas ao grupo criminoso na região.

A chefia do grupo é a mesma responsável pela fuga da cadeia pública de Princesa Isabel em 2016, e que já se articulava para a investida contra agências bancárias no sertão da Paraíba.

Graças ao trabalho de repressão qualificada que vem sendo realizado pelas polícias CIVIL e MILITAR, a área de integração já vem conquistando três vezes consecutivas a redução dos números da criminalidade dentro de plano de segurança Paraíba Unida Pela Paz. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município